Filmes

Venom

Venom

Nível Amador

Uma coisa sem braços, sem pernas, sem rosto

(Venom) – Ação. Estados Unidos, 2018. De Ruben Fleischer. Com Tom Hardy, Michelle Williams, Woody Harrelson e Riz Ahmed. 1h52min. Distribuidora: Sony Pictures. Classificação: 14 anos.

Venom é um dos personagens da Marvel que ainda pertence à Sony e, mesmo na parceria com a Marvel Studios, não está diretamente inserido no Universo Cinemático (embora haja acenos aqui e ali). Logo, ele até pode ser usado pela Marvel, mas a Sony prefere mantê-lo separado (o máximo possível) do universo de Homem-Aranha: De Volta ao Lar. Por si só, isso já parece um tiro no pé (ou uma teia mal disparada, se você preferir).

Se o uso do anti-herói já havia sido um desastre no Homem-Aranha 3 de Tobey Maguire – jamais vou esquecer aquela maldita dancinha emo brega antiquada! –, agora, um dos personagens mais controversos do Aranhaverso é trazido de volta em um filme que é UM IGUAL DESASTRE! Venom é uma história de origem medíocre, que não sabe se quer ser ação, suspense, horror ou comédia galhofa, incapaz de se decidir pelo que fazer com seu protagonista ou seu elenco. É vergonhoso, já que havia o suficiente para criar um grande filme e contar uma grande história.

Dá vergonha alheia pelo Tom Hardy (um cara que já foi Bane e Mad Max!). Isso é triste.

A ideia principal é mais ou menos similar à origem do anti-herói nas HQs. Um ser alienígena sem forma é trazido para a Terra pelo Dr. Carlton Drake (Riz Ahmed), um magnata visionário com jeitão de Elon Musk ~do mal, que mantém a criatura em uma instalação de segurança máxima onde realiza experimentos científicos. Você já conhece o resto: o parasita foge, encontra um repórter investigativo durão e problemático com quem se conecta, e a fusão (Eddie Brock + parasita alien) dá origem ao Venom. Brock ainda namora a advogada Anne Weying (a maravilhosa Michelle Williams em um papel pobre de dar dó!).

Venom é, infelizmente, um desperdício de história, personagem e talentos. O próprio Tom Hardy disse em entrevistas que os melhores 30 minutos do filme foram cortados. O que torna o filme mais curto (o que definitivamente ajuda! Mas não tanto). Há poucos momentos de ação realmente empolgantes; poucas partes engraçadas, que te fazem rir e se divertir de verdade. O confronto final, revelado em parte no trailer, é um total anticlímax, confuso e cansativo. Não há inspiração, nem a audácia que se esperaria de uma história com alguém como Venom. É apenas mais um filme de super-heróis, feito para se aproveitar comercialmente desta era de filmes de super-heróis (que já está esfriando), e que será esquecido daqui a algumas semanas como tantos outros filmes do gênero desde que esta era começou.

É uma pena, pois Venom merecia mais. O negócio é que, depois de duas experiências fracassadas, chego à conclusão de que Venom é um personagem que deveria ser deixado quieto no canto dele. Dessa vez, os efeitos e a computação gráfica no visual do personagem estão muito bons, melhoraram MUITO se comparados à Homem-Aranha 3. Mas todo o resto é fraco. Não chega perto da esperteza e diversão dos demais filmes do Universo Marvel. Olha, honestamente, pra fazer como fizeram, seria melhor se não tivessem feito!

Como é dito no próprio filme em algum momento, Venom é uma coisa sem braços, sem pernas, sem rosto, sem qualquer direção. É… sem graça.

Desculpa aí, mas não… #nãosomosvenom

Venom Alan Barcelos
Compartilhe este Post

Posts Relacionados



  • Leandro Sobrinho

    Desanimei de ver … RS
    Mas vou acabar indo só para ter uma opinião , mas já vou sem expectativas…

    • http://www.nivelepico.com/ Alan Barcelos

      Sim, sempre sou a favor de se ir ver. Pra depois a gente poder falar sobre. :D

  • Igor Marreiro

    Esperava que fosse das galáxias! Mas como o amigo vou ter q ver para opinar!

    • http://www.nivelepico.com/ Alan Barcelos

      Das galáxias, eu não achava. Esperava que fosse pelo menos legal, mas dessa vez, não deu. Mas sim, tá certo, sempre sou a favor de se ir ver. :)

Resenhas Populares

Carrie, a Estranha

Carrie, a Estranha

Nasce Uma Estrela

Nasce Uma Estrela

Angola Janga: Uma História de Palmares

Angola Janga: Uma História de Palmares

Suspiria

Suspiria

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

Aperte o Play