Trocando Ideias

Ainda sobre os criadores dos Transformers em O Último Cavaleiro

Ainda sobre os criadores dos Transformers em O Último Cavaleiro

A data de lançamento de Transformers: O Último Cavaleiro se aproxima e, enquanto ela não chega, as especulações em torno do filme só aumentam. Como já falamos na coluna passada, nesta nova aventura de acordo com um dos trailers mais recentes, Optimus Prime se encontrará com a criadora dos Transformers que se chamará Quintessa e terá, ao menos, a voz da atriz Gemma Chan (a Madame Ya Zhou de Animais Fantásticos e Onde Habitam).

A equipe criativa da mitologia cinematográfica dos Transformers possui carta branca para se inspirar em todas as séries dos cybertronianos publicadas até o momento e, na coluna anterior, mostrei que uma das inspirações para Quintessa poderia ser a personagem Solus Prime. Ainda no campo da especulação, falaremos agora de outras possíveis inspirações que, no fim podem todas as três se mesclarem numa coisa só, o que aparenta ser o mais provável.

A primeira delas vem da série clássica dos anos 1980. Trata-se da raça alienígena chamada Quintessons. Sua primeira aparição foi no longa animado de 1986 chamado Transformers: O Filme, porém sua origem e participação na história dos cybertronianos só foi revelada a partir dos episódios da terceira temporada da série animada, que se passava após os eventos do longa. Os Quintessons são uma raça de seres mecânicos cuja atividade principal era fazer negócios escusos e pilantragens pela galáxia, basicamente. Eles tinham uma espécie de mineradora em forma de planeta que, nada mais era do que o próprio Cybertron. Lá, eles construíram dois modelos de seres mecânicos para servi-los: robôs para executar atividades domésticas e laborais (os futuros Autobots), assim como, robôs com propósito militar para cuidar da segurança e da defesa (os futuros Decepticons). Eventualmente, os robôs laborais desenvolveram a capacidade de se transformar e liderados pelo robô chamado A-3, que viria se tornar Alpha Trion (um dos treze Primes originais) posteriormente, se rebelaram contra os Quintessons os forçando a abandonar Cybertron e se refugiarem no pequeno planeta chamado Quintessa.

A outra fonte de inspiração vem da controversa série Beast Machines: Transformers, que encerra o arco da série clássica dos anos 1980 e, a partir daí, todas as séries de Transformers posteriores passaram a ser reboots da própria mitologia. A série Beast Machines foi pautada pelo conflito entre o orgânico e o tecnológico, levantando um questionamento sobre qual das duas correntes representa a máxima evolução. No caso, o tecnológico era defendido por Megatron e seus Vehicons enquanto que o orgânico era a bandeira que os Maximals de Optimus Primal acabaram levantando ao longo da série. Inclusive, o simples ato de se transformar para os Maximals passou a ter uma espécie de grau de espiritualidade semelhante ao que os Cavaleiros do Zodíaco tinham que desenvolver para despertar o sétimo sentido. Críticas à parte, nesta série, os Maximals acabam recebendo a ajuda de uma cybertroniana chamada Botanica. Ela fez parte de uma expedição que caiu em um planeta que era populado por plantas e, por conta disso, acabou absorvendo este modelo orgânico como forma alternativa para estudar o ecossistema deste planeta. Vocês devem estar pensando: “peraí, é sério mesmo que tem um Transformer que vira planta?” Pois é.

Apesar de Botanica, não ter ligação direta com a criação dos Transformers como os Quintessons, por exemplo, ela foi uma personagem muito importante na série Beast Machine: Transformers justamente por incitar ainda mais o debate sobre os rumos evolutivos de Cybertron. Botanica é uma poderosa e dedicada cientista e, além de ter um lado místico fortíssimo, por ter se tornado um ser tecnorgânico, um amálgama da tecnologia com a vida orgânica, representava o equilíbrio que traria de volta a paz no planeta. E foi justamente no início de Transformers: A Era da Extinção que tivemos uma dica disto quando, rapidamente, ao se falar dos criadores, a cena dá um close em uma mão de um ser tecnorgânico. Mais uma vez, é importante lembrar que tudo o que foi dito até aqui, encontra-se apenas no campo da especulação, só saberemos mesmo a solução que os roteiristas de Transformers: O Último Cavaleiro quando o filme chegar oficialmente às telonas. Até lá, o que nos resta é aguardar.



Compartilhe este Post

Posts Relacionados



  • Victor Matheus

    vale lembrar que também em era da extinção, os cachorros quando perdiam um pouco das armaduras, podíamos ver partes orgânicas, se não me engano, já dando a entender que os transformers podiam sim criar coisas tecnorgânicas, e com os trailers do 5, Cade terá uma armadura, então né :v

Inscreva-se no Canal

Resenhas Populares

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

It: A Coisa

It: A Coisa

Planeta dos Macacos: A Guerra

Planeta dos Macacos: A Guerra

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Raw

Raw

Siga no Bloglovin’

Follow

Vem Com a Gente

Curta e Compartilhe

Aperte o Play

Nível Épico em Imagens