Filmes

LEGO Batman: O Filme

Este spin-off de Uma Aventura Lego traz o Coringa com uma nova ameaça à Gotham City e, para contê-la, o Homem-Morcego precisa deixar de lado esse negócio de “vigilante solitário” e aprender a trabalhar em equipe.

(The LEGO Batman Movie) – Aventura. Estados Unidos, 2017.

De Chris McKay. Com as vozes de Duda Ribeiro/Will Arnett, Andreas Avancini/Michael Cera, Guilene Conte/Rosario Dawson, Júlio Chavez/Ralph Fiennes, Márcio Simões/Zack Galifianakis, Iara Riça/Jenny Slate e Guilherme Briggs/Channing Tantum. 1h44min. Distribuidora: Warner Bros. Classificação: Livre.

Nível Heroico

LEGO Batman: O Filme


Resenha – LEGO Batman

“Seja sempre você mesmo, a menos que possa ser o Batman.” Quem iria imaginar que esta frase oriunda de um meme daria todo o tom da história de LEGO Batman: O Filme. Com roteiro assinado por Seth Grahame-Smith (Orgulho e Preconceito e Zumbis) e Chris McKenna (Homem-Aranha: De Volta Ao Lar), esta divertidíssima e despretensiosa aventura mostra o Cavaleiro das Trevas no auge de sua popularidade entre todos os cidadãos de Gotham City. A cidade o ama! E é justamente esse amor que o alimenta e o distrai de ter que lidar com sua vida particular solitária na imensidão da Mansão Wayne. Batman (voz de Duda Ribeiro e Will Arnett no original) se sente mais confortável vestido como Homem-Morcego do que ter que aceitar a solidão de sua vida pessoal, ou seja, ele usa o próprio manto do Cruzado Encapuzado como forma de negação do quanto a falta de uma família o afeta.

Esta filosofia de vida que o Morcegão resolveu adotar é justamente o estopim que o Coringa (voz de Márcio Simões e Zack Galifianakis no original) precisava para pôr em ação seu grande plano maquiavélico para forçar Batman a baixar esta guarda. Para conter a ameaça do Palhaço do Crime, o Cavaleiro das Trevas precisa se render ao trabalho em equipe com a ajuda não só do mordomo Alfred Pennyworth (voz de Júlio Chavez e Ralph Fiennes no original), como também do órfão Dick Grayson (voz de Andreas Avancini e Michael Cera no original) e da nova comissária de polícia, Barbara Gordon (voz de Guilene Conte e Rosario Dawson no original). O mais curioso é que, apesar deste tema ser um tanto delicado, ele é tratado da forma mais leve e divertida possível na direção de Chris McKay, cuja influência de seu trabalho dirigindo episódios da série Frango Robô é claramente percebida neste longa animado.

Além disso, LEGO Batman: O Filme é, por si só, uma grande homenagem ao Batman, uma enorme declaração de amor ao Homem-Morcego, não só pelo trato que é dado a todos os elementos principais do filme como também às milhares de referências a todas as fases do herói em todas as mídias desde a primeira HQ publicada em 1938 ao mais recente filme Batman v Superman. Seja nos quadrinhos, seja na TV, seja nos filmes, seja nas animações, o espectador vai encontrar alguma referência ou algum easter egg de algum momento de toda a história do Morcegão, o que acaba dando ao filme um charme ainda mais especial.

Dublado nos estúdios da Delart, no Rio de Janeiro, LEGO Batman: O Filme teve a supervisão de dublagem feita por Márcia Sandy, tradução de Guilherme Menezes e direção de dublagem de Guilherme Briggs. O longa animado traz uma dublagem que consegue fazer a animação fluir com extrema naturalidade e repleta de cacos e improvisos, o que deixa o longa animado ainda mais divertido do que já é.

LEGO Batman: O Filme é muito engraçado e consegue tratar com leveza até o mais denso dos elementos da mitologia do Homem-Morcego e, justamente, por conta disso, desta grande homenagem ao Batman que essa animação presta, acaba sendo muito gostoso de assistir, fazendo com que a gente saia do cinema não só de bom humor pelas risadas provocadas, mas também emocionado pela consagração mais que merecida dada ao Homem-Morcego.

LEGO Batman: O Filme

LEGO Batman: O Filme

LEGO Batman: O Filme

LEGO Batman: O Filme David Nery
Compartilhe este Post

Posts Relacionados



  • Yayoi Hatano

    Adorei! Agora quero assistir o legendado.