Cultura Pop

Polêmicas e curiosidades sobre a música-tema de Caça-Fantasmas

Polêmicas e Curiosidades sobre o Tema de Caça-Fantasmas

Dizer que Os Caça-Fantasmas (Ghostbusters) é um dos grandes ícones da cultura pop mundial da década de 1980 é concluir o óbvio, porém, o fato do filme ter atingido esse status se deve, em grande parte, à sua música-tema. A canção Ghostbusters foi composta e gravada por Ray Parker Jr. e se tornou um sucesso mundial quase que instantaneamente. Lançada em maio de 1984, chegou no topo da Billboard e se manteve por lá durante três semanas em agosto do mesmo ano. Além disso, chegou à posição de número 2 do UK Singles Chart no mês seguinte e também se manteve na posição por três semanas. O estrondoso sucesso rendeu uma indicação ao Oscar como Melhor Canção Original, mas acabou perdendo para “I Just Called To Say I Love You” de Stevie Wonder. Em compensação, o Ray Parker Jr. faturou o Grammy como Melhor Performance de Pop Instrumental por conta de Ghostbusters.

Ao aceitar o convite, o músico, que chegou a tocar com o lendário Barry White na Love Unlimited Orchestra, teve uma enorme dificuldade em escrever a letra pois não estava conseguindo encaixar o título do filme nos versos. O cenário só mudou após Parker Jr. assistir a um desses comerciais baratos exibidos na TV de madrugada oferecendo serviços locais. Ele fez a associação com o comercial fictício dos protagonistas no filme e, a partir daí, criou o tema que todos nós conhecemos.

Antes de Parker Jr. ser contactado pela Columbia Pictures para compor o tema de Os Caça-Fantasmas, o estúdio chegou a abordar Lindsey Buckingham, da antiga banda Fleetwood Mac, por conta de seu desempenho com o tema “Holiday Road” do filme “Férias Frustradas” (National Lampoon’s Vacation). Entretanto, o músico recusou o convite porque não queria ficar conhecido como artista de trilhas sonoras. Outro que também chegou a ser sondado foi Huey Lewis que também declinou por conta de seu envolvimento com a produção da trilha sonora de “De Volta Para O Futuro” (Back To The Future), mas a história com Lewis não acaba aí.

Assim que Ghostbusters foi lançada, Huey Lewis processou Ray Parker Jr. por plágio. Lewis alegava que Parker Jr. havia copiado os arranjos de sua música “I Want A New Drug”. No fim, acabaram selando um acordo fora dos tribunais em 1995. Os detalhes do acordo foram todos mantidos em sigilo, inclusive, sobre a quantia paga a Huey Lewis and The News pela Columbia Pictures. Mas, em 2001, durante uma entrevista ao programa Behind the Music do canal americano VH1, o cantor fez a seguinte declaração: “A parte ofensiva nem foi o fato de Ray Parker Jr. copiar a música, foi o simbolismo de uma indústria que quer algo – eles queriam a nossa onda e eles queriam comprá-la. (…) Não estava à venda. (…) No fim, acho que eles tinham razão. Acho que estava à venda porque, basicamente, eles compraram.” Por conta deste comentário, em 2006, Ray Parker Jr. processou Lewis por quebra de confidencialidade de contrato pedindo uma quantia não especificada por danos morais além das custas processuais. De acordo com Parker Jr., havia uma cláusula que proibia declarações públicas sobre o acordo. Este novo processo corre em segredo de justiça e, desde então, ninguém mais comentou sobre o caso novamente.

Curiosamente, a revista Premiere publicou um artigo sobre o aniversário do filme Os Caça-Fantasmas. Nele, os produtores admitiram usar a música “I Want a New Drug” como música de fundo provisória em várias cenas porque tinham intenções de contratar Huey Lewis and The News para compor o tema do filme. Com a recusa da banda, eles contactaram Ray Parker Jr. e deram a ele uma cópia do filme, com a canção de Huey Lewis como tema de fundo, para ajudá-lo a escrever a música-tema.

Uma música de sucesso como Ghostbusters teve várias releituras ao longo dos anos. A primeira delas veio em 1989 pelo grupo Run DMC que, no caso, serviu de tema para Os Caça-Fantasmas 2 (Ghostbusters 2). Depois disso, a banda finlandesa The Rasmus lançou a sua versão em 1996 no álbum “Peep”, versão, aliás, que chegou ao oitavo lugar das paradas do país. Em 1997, com o lançamento do desenho Os Novos Caça-Fantasmas (Extreme Ghostbusters), a música-tema ganhou uma nova interpretação composta por Jim Latham e com a voz do dublador americano Jim Cummings. Em 2005, o personagem fictício francês Mickael The Turtle chegou às paradas da França com uma hit bizarro usando o sampling da música. O artista e produtor musical Leo Moracchioli, dono do canal Frog Leap Studios, lançou em 2015 um cover heavy metal da música e já passou de 1 milhão de visualizações.

O recém-lançado Caça-Fantasmas (leia a resenha) trouxe mais novas releituras deste clássico e icônico tema. Uma das versões ficou a cargo da banda americana Fall Out Boy com uma participação da rapper Missy Elliot, que não foi muito bem recebida pelo público. Em compensação, a banda Walk The Moon apresentou uma releitura bem divertida de Ghostbusters que não só manteve o espírito da versão original como também acabou encaixando perfeitamente com a pegada pra lá de divertida dos créditos finais. Sendo assim, só me resta uma coisa a dizer: Who You Gonna Call?

Siga nossa playlist no Spotify: Nível Épico

Compartilhe este Post

Posts Relacionados



  • http://dicaaleatoria.wordpress.com/ Daniel Feitoza

    Sinceramente, a música do Fall Out Boy é uma bosta fedida! XP

    A versão do Walk the Moon veio pra salvar, mesmo!

Dia do Hambúrguer

Arquivos do Blog

Blogs Favoritos

Blog Favorito

Blog Favorito

Blog Favorito