Vídeos

A luta pelos planos da Estrela da Morte de Rogue One: Uma História de Star Wars

AHHHHHHH!!! Saiu o primeiro trailer Rogue One: Uma História de Star Wars!!! AHHHHHHHH!!! Não consigo parar de surtar! Não consigo saber como lidar! QUE COISA FODA! Que maravilha tão cheia de referências à trilogia clássica de Star Wars! Com muita ação! Muita emoção! Muitos personagens enigmáticos! FELICITY JONES! Essa mulher!!! Não consigo parar de botar exclamações.

Confesso que já esperava que esse filme fosse foda. Star Wars: O Despertar da Força deu prova o bastante de que a Disney é digna de confiança agora que comanda a Guerra nas Estrelas. Mas não só por isso. Gareth Edwards é uma excelente escolha para a direção, alguém que sabe dosar drama moral e efeitos visuais em grande escala, é só ver o que ele fez com Godzilla. A tomada da Estrela da Morte é uma prova ESPETACULAR de como Edwards pensa com grandiosidade, e ainda temos relances de cenas incríveis de ação, de perseguição, dos personagens em meio a momentos de crise, dos AT-AT Walkers fechando o cerco.

O enredo parece não ter conexões explícitas com os personagens da série principal. Jyn Erso (Felicity Jones) é uma rebelde orgulhosa de sua condição. Ela é misteriosa e não sabe de onde veio. O interessante é que está atiçando a nossa curiosidade de fã. Será que ela pode ser a mãe da Rey? Não há indícios, e não dá para saber por enquanto. Mas tudo é possível. Existe muito mistério ao redor da personagem e do filme em si. Vale lembrar também que a Princesa Leia, em A Nova Esperança, fala que muitos morreram para conseguir os planos da Estrela da Morte. Logo o destino dos rebeldes apresentados em Rogue One pode ser sombrio. O vilão interpretado por Ben Mendelsohn é uma das aparições mais intrigantes do trailer. Ele parece nefasto, um inimigo a se temer, e possui uma presença marcante com aquela capa branca esvoaçante. Ainda não foi revelado quem é este vilão de Mendelsohn e há poucos detalhes sobre o personagem, mas por algumas informações que rolam na internet, ele parece uma espécie de Thrawn (no estilo de personagem), um homem temido e respeitado por ser brilhante estrategista e um comandante rigoroso do Império. Ele não é Thrawn, obviamente, mas parece ter semelhanças, e talvez inspirações no personagem da trilogia de Timothy Zahn (que agora não é mais parte do cânone oficial).

Há ainda a presença de Forest Whitaker como o que parece ser o mentor, o homem que serve de suporte moral e, até certo ponto, guia contemplativo da história. Em alguns momentos rápidos, ele já se mostra imponente em cena. Forest Whitaker, minha gente. Impossível não respeitá-lo. Genevieve O’Reilly também aparece num momento empolgante como Mon Mothma, ex-comandante da República e suprema comandante da Aliança Rebelde, que criou junto do também ex-senador Bail Organa, pai adotivo de Leia. O’Reilly interpretou a personagem em A Vingança dos Sith (embora suas cenas tenham sido cortadas). Mon Mothma apareceu originalmente em O Retorno de Jedi interpretada por Caroline Blakiston.

A história se passa antes dos eventos de Star Wars: Uma Nova Esperança, e acompanha a missão de um grupo de heróis improváveis que se une para roubar os planos da temida Estrela da Morte.

O elenco inclui Felicity Jones, Diego Luna, Ben Mendelsohn, Donnie Yen, Jiang Wen, Mads Mikkelsen, Alan Tudyk, Riz Ahmed e Forest Whitaker.

Rogue One: Uma História de Star Wars (Rogue One: A Star Wars Story) tem estreia prevista para 16 de dezembro. QUERO DEZEMBRO AGORA!!!

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

Compartilhe este Post

Posts Relacionados



  • Le

    Amigo, uma curiosidade…
    Em que parte a Leia comenta sobre o destino dos personagens em Ep IV??? to com essa duvida…
    Abraços!!!