Séries

Fuller House

Fuller House

Nível Exemplar

Primeira Temporada

(Fuller House) – Comédia. Estados Unidos, 2016. De Jeff Franklin. Com Candace Cameron Brue, Jodie Sweetin, Andrea Barber, Soni Bringas e Juan Pablo di Pace. Netflix. 13 episódios. 30min.

A continuação da série Três É Demais (Full House, 1987-1995) agora foca nas irmãs D.J. Tanner-Fuller (Candace Cameron Brue) e Stephanie Tanner (Jodie Sweetin) e em Kimmy Gibler (Andrea Barber), vizinha e melhor amiga de D.J., encarando os dilemas da vida adulta e vivendo com os filhos sob o mesmo teto.

Projeto de iniciativa da Netflix, a série repete exatamente a mesma fórmula da original, mas em vez das atenções ficarem voltadas para a criação das filhas do apresentador de TV viúvo, Danny Tanner (Bob Saget), que recebe ajuda do cunhado Jesse Katsopolis (John Stamos) e do amigo Joey Gladstone (Dave Coulier), o centro desse novo seriado está no resultado desta criação: em como as meninas, agora mulheres, lidam com os problemas de adultos.

O primeiro episódio é uma grande homenagem aos fãs, totalmente regido pela nostalgia da série original. O criador Jeff Franklin declarou, inclusive, que a ideia deste primeiro episódio seria a season finale da última temporada de Três É Demais que eles não tiveram chance de produzir. Todo o elenco original está presente, até mesmo os gêmeos Nicky (Blake Tuomy-Wilhoit) e Alex (Dylan Tuomy-Wilhoit), filhos de Jesse e Becky (Lori Loughlin), o ex-namorado de D.J. Steve (Scott Weinger) e os membros da banda Jessie And The Rippers. A ausência sentida foi a de Michelle Tanner (Mary-Kate Olsen e Ashley Olsen) que foi justificada pelo fato de estarem morando em Nova York comandando um império da moda. Curiosamente, as gêmeas Olsen são donas da grife The Row e consideradas entre as jovens mulheres mais poderosas do mundo, segundo a revista Hollywood.

A história de Fuller House começa com um almoço em família na boa e velha casa em São Francisco, onde todos eles viveram durante muitos anos. Esta reunião marca o fim de uma era, já que todos estavam se mudando e seguindo com seus rumos até que, ao ouvir um desabafo de D.J., agora viúva e mãe de três meninos, sobre a dificuldade que teria para criar sozinha os três filhos, Stephanie convoca uma reunião de família e anuncia que irá morar com a irmã para ajudá-la a dar conta dos filhos, assim como Kimmy também decide se mudar junto com sua filha Ramona (Soni Bringas) para lá e apoiar a melhor amiga. Exatamente como aconteceu com Danny, Jesse e Joey na série original.

Ao contrário de Full House, as atenções de Fuller House estão centradas em como as meninas que vimos crescer encaram o mundo adulto. D.J. é veterinária, viúva e mãe do pré-adolescente Jackson (Michael Campion), do menino Max (Elias Harger) e do bebê Tommy (Dashiel Messitt e Fox Messitt). Stephanie se dedica à música e é uma DJ que vivia rodando o mundo fazendo apresentações e curtindo as baladas com as amigas. Kimmy é dona de uma empresa de organização de festas, mãe de Ramona e vive um relacionamento de idas e vindas com o ex-marido, o argentino Fernando (Juan Pablo di Pace), um mulherengo que tenta se aproximar da filha e reatar com a ex-esposa. O interessante de tudo é que nenhuma das três protagonistas busca um “príncipe encantado” ao longo da temporada, apesar do conturbado relacionamento de Kimmy com o ex-marido e o fato de uma das outras duas protagonistas (sem spoilers) acabar no meio de um triângulo amoroso. A essência das três personagens em Full House foi mantida em Fuller House, só que agora como três mulheres independentes que só querem tocar a vida.

Os filhos de D.J. e Ramona acabam servindo como personagens secundários ao longo da temporada, rendendo esquetes que servem mais para dar leves pausas na história principal dos episódios, com a exceção da filha de Kimmy e Fernando em alguns episódios. Mas, como já foi dito, o foco desta temporada não é nas crianças e sim na vida cotidiana das mulheres da casa. Os personagens principais da série original fazem aparições esporádicas ao longo dos episódios, como uma forma subliminar de dizer ao espectador que, apesar de tudo, eles estão por perto.

O único problema que os roteiristas e produtores estão enfrentando, ainda mais agora com a confirmação de uma segunda temporada, é a questão da inclusão de Michelle na história. A ideia original sempre foi colocar as irmãs Tanner como protagonistas, mas com a recusa das gêmeas Olsen e da irmã mais nova delas, Elizabeth Olsen, para interpretar a caçula dos Tanner, eles acabaram colocando Kimmy no lugar, o que acabou sendo uma decisão mais acertada do que a própria Michelle seria, pois seu jeito “sem-noção” de ser faz um contraponto perfeito com o jeito certinho de D.J. e Stephanie. Entretanto, os roteiristas querem, ao menos, trazer a personagem em participações especiais em episódios futuros. Consideraram, inclusive, escalar a atriz Olesya Rulin no lugar das Olsen, devido à sua incrível semelhança com as gêmeas, caso elas continuem relutando em não voltar mesmo para interpretar Michelle.

No mais, a série segue a mesma pegada leve da original, sem grandes plot twists ou coisas do gênero, com diversas referências a episódios da série antiga, piadas que quebram a quarta parede ou que fazem referência à cultura pop, inclusive envolvendo os próprios membros do elenco, porém, com críticas sociais bem sutis à vida moderna. O tema de abertura de Fuller House continua sendo a música “Everywhere You Look”, mas a nova versão tem a voz da cantora Carly Rae Jepsen, conhecida mundialmente pelo hit “Call Me Maybe”.

Fuller House é uma série para quem quer se desligar um pouco da dureza dos problemas do dia a dia e relaxar com histórias leves e com a nostalgia que é um ícone da cultura pop televisiva do fim dos anos 80 e início dos anos 90.

Fuller House David Nery
Compartilhe este Post

Posts Relacionados



Resenhas Populares

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

It: A Coisa

It: A Coisa

Planeta dos Macacos: A Guerra

Planeta dos Macacos: A Guerra

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Raw

Raw

Aperte o Play