Você Viu?

Teoria de Tudo

Teoria de Tudo tem como base um livro de não-ficção escrito por Jane Wilde, Travelling to Infinity: My Life with Stephen, com quem Stephen Hawking foi casado por mais 26 anos e de quem se separou em 1991. O filme conta a trajetória de Hawking e como, ainda jovem, ele recebeu o diagnóstico de uma doença que, pouco a pouco, o privou de suas capacidades físicas, mas não o impediu de se tornar um dos mais importantes cientistas da atualidade.

(The Theory of Everything) – Biografia. Reino Unido, 2014.

De James Marsh. Com Eddie Redmayne, Felicity Jones, Charlie Cox, Emily Watson, David Thewlis, Simon McBurney, Charlotte Hope e Harry Lloyd. 123min. Classificação: 10 anos.

Teoria de Tudo


TEORIA DE TUDO – RESENHA

Muito se poderia esperar de um drama sobre o brilhante matemático de Cambridge que hoje é considerado um dos maiores pensadores do mundo contemporâneo. Mas dentro de toda a complexidade que poderia se atribuir a um filme como esse, Teoria de Tudo escolhe ser a mais simples e delicada das coisas. O filme aborda o primeiro casamento de Stephen Hawking com um olhar afetuoso. Hawking é mostrado inicialmente como um jovem ousado, a frente de seu tempo, resolvendo problemas matemáticos complicados com seus colegas de classe, transitando pelo campus da universidade, despertando a curiosidade de professores, e tentando conquistar uma jovem estudante de poesia por quem está interessado.

Jane Wilde, a estudante que viria a se tornar sua esposa, é a grande responsável por essa história. O adorável romance entre os dois quase termina quando ele começa a sofrer com os primeiros sintomas de Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), uma doença degenerativa que provoca a destruição dos neurônios responsáveis pelo movimento dos músculos. O médico lhe confirma que ele tem apenas dois anos de vida.

Mas esse não é o fim para ele. Hawking supera todas as expectativas e vive, apenas vive, tornando-se um físico respeitado, um marido, um pai. Sua condição e a deterioração de seu estado físico não afetam seu estado emocional ou psicológico. Isso é o mais impressionante. Mesmo com todos os motivos para desistir, ele não desiste. Ele nunca perde o bom humor e a vontade de crescer e conhecer mais e viver mais. Uma vez me disseram que o otimismo e o bem estar pessoal (repare que não estou usando o termo “felicidade”) ajudam a prolongar a vida de uma pessoa. Stephen Hawking é certamente uma prova disso.

O cineasta James Marsh demonstra talento para misturar os elementos narrativos e o aspecto documental, e ele usa isso para criar um ritmo agradável (ainda que dinâmico) para sua direção, com aspecto de gravação caseira antiga e um olhar bastante polido e tradicional que condiz com o tema da história.

Teoria de Tudo revela retratos complicados de Stephen Hawking e Jane Wilde, expondo seus pontos fortes e fracos, e apresentando-os como pessoas comuns, sem se concentrar demais em momentos-chave nas vidas dele ou dela. Os dois são igualmente importantes. Eles são o tudo. E por isso mesmo, a teoria sobre sua história ressalta como o drama humano pode ser tão complexo quanto uma grande ideia científica.

Eddie Redmayne chamou (e certamente continuará chamando) a atenção por sua transformação física à medida que Hawking é afetado pela doença, e seu desempenho não é apenas convincente, é envolvente. Ele consegue passar a teimosia e a sagacidade de Hawking independente de seu estado físico. Mas quem rouba os corações mesmo é a bela Felicity Jones. Ela é tão deslumbrante como Jane que domina o filme. Em teoria, a condição de Hawking acaba ficando em segundo plano em relação a como isso afeta seu casamento. Jones transmite, em pequenos gestos e expressões delicadas, todo o impacto da condição do marido nas fases de seu casamento: o carinho, a intimidade, a dependência, a angústia, a irritação. Mas essa não é uma breve história do tempo; é uma breve história de amor. Com uma reflexão emocionante sobre a vida, o universo e tudo mais.

Teoria de Tudo

Teoria de Tudo

Teoria de Tudo

Compartilhe este Post

Posts Relacionados



Inscreva-se no Canal

Resenhas Populares

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

It: A Coisa

It: A Coisa

Planeta dos Macacos: A Guerra

Planeta dos Macacos: A Guerra

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Raw

Raw

Siga no Bloglovin’

Follow

Vem Com a Gente

Curta e Compartilhe

Aperte o Play

Nível Épico em Imagens