Você Viu?

Nova Série do X-Factor e Versões Jovens de Mutantes Clássicos Em X-Men: Apocalypse

Série X-Factor e X-Men

Com três grandes estúdios de cinema entusiasmados com suas produções baseadas em quadrinhos da Marvel, não é nenhuma surpresa que a popularidade dos super-heróis esteja tomando proporções cada vez maiores não apenas no cinema, como também na televisão, vide as séries Agents of SHIELD e Agent Carter, e as vindouras Demolidor e AKA Jessica Jones no Netflix. Para muitos que cresceram na década de 90, contudo, o primeiro contato com os super-heróis da Marvel na televisão veio provavelmente com animação da Fox, X-Men, cuja música de abertura ATÉ HOJE habita nossa imaginação (admite que ela tocou na sua cabeça agora).

A Fox, desde então, vem trabalhando os mutantes em uma franquia de filmes que já arrecadou bilhões de dólares nas bilheterias, e que ajudou a impulsionar o gênero de super-heróis no cinema quase uma década antes da Marvel Studios lançar o Homem de Ferro e dar início ao seu Universo Cinemático. Depois de enfrentar problemas com alguns filmes não tão bem recebidos — X-Men: O Confronto Final e X-Men Origens: Wolverine —, a Fox resgatou os mutantes com X-Men: Primeira Classe e o sucesso recente de X-Men: Dias de um Futuro Esquecido, prometendo inclusive a criação de um possível universo compartilhado envolvendo os X-Men e outros grupos de mutantes, como o X-Force.

Agora a Fox planeja voltar a franquia novamente para a TV com uma série live-action baseado em X-Factor: Investigações, desenvolvida por Peter David em 2006: um spin-off da franquia principal que contaria a história de uma agência de detetives administrada por mutantes. O TV Insider confirmou que as negociações estão em andamento para desenvolver a série, com o presidente da Fox, Gary Newman, dizendo que o desafio atual é receber permissão da Marvel para fazer a série, uma vez que a Fox detém apenas os direitos dos X-Men para exibição no cinema e não os direitos de transmissão televisiva. Newman diz que está “cautelosamente otimista” depois de ter tido “uma boa reunião” com a Marvel, mas adverte que a série “não sairá tão rápido, criativamente falando”.

De acordo com The Hollywood Reporter, fontes alegam que a série está sendo roteirizada por Patrick McKay e JD Payne (da versão inicial do roteiro de Star Trek 3), e que os produtores 24, Evan Katz e Manny Coto, serão os showrunners. Algumas descrições do show afirmam que será algo como uma versão de Fringe que se passa no universo do X-Men, e que o líder do X-Factor, Homem-Múltiplo/Jamie Madrox, estará na série. Também existem rumores de que o Mercúrio de Evans Peters (X-Men: Dias de um Futuro Esquecido) poderia fazer parte do elenco, mas ainda é cedo para dizer se isso vai mesmo acontecer.

A Marvel atualmente se mostra bastante interessada em desenvolver séries para TV que possam expandir seu universo cinematográfico, e uma vez que isso não inclui o universo dos X-Men, há pouca motivação para a Marvel fazer sua própria dos X-Men — tanto que o estúdio está desenvolvendo os Inumanos como uma forma de suprir a falta dos mutantes. — Com isso em mente, a única razão que a Marvel teria para recusar a autorização, seria prejudicar a Fox como uma concorrente. Nós esperamos que os dois estúdios encontrem um acordo pacífico, embora as relações entre Marvel e Fox ultimamente andem estremecidas por causa de disputas envolvendo o Quarteto Fantástico e, até certo ponto, os próprios mutantes.

Série X-Factor e X-Men

Em outra frente, no território cinematográfico da Fox, surgiram novidades em relação ao elenco do vindouro X-Men: Apocalypse, divulgadas recentemente pelo próprio diretor, Bryan Singer. O novo filme, que se passará nos anos 80, tem a intenção de reintroduzir versões mais jovens de personagens clássicos dos X-Men, provavelmente para criar um recomeço definitivo para a franquia nos cinemas.

Sendo assim, os papéis que outrora pertenceram a James Marsden, Famke Janssen e Halle Barry (que precisamos reconhecer, estão um pouco velhos demais para interpretar mutantes mais jovens ou mesmo jovens adultos) serão agora de Tye Sheridan (Amor Bandido) como Ciclope (Scott Summers), Sophie Turner (Game of Thrones) como Jean Grey, e Alexandra Shipp (Aaliyah: The Princess of R&B) como Tempestade (Ororo Munroe).

Todos os três atores foram mencionados antes em rumores de testes que estavam sendo realizados para os papéis, apesar de serem atores com pouca experiência, parecem boas escolhas para interpretar as novas versões de mutantes já bastante conhecidos na tela grande. Sheridan fez sua estréia no cinema em 2011 como o filme A Árvore da Vida, de Terrence Malick, e ganhou mais notoriedade quando estrelou Amor Bandido ao lado de Matthew McConnaughey. Turner é amplamente conhecido por seu papel como Sansa Stark na série Game of Thrones, e está vinculada a algumas outras produções a serem lançadas em 2015. Shipp é talvez a menos expressiva desse trio, mais conhecida por sua participação na série Mistério de Anubis, da Nickelodeon. Aos 23 anos, ela é um pouco mais velha do que os outros dois atores, que têm 18 anos, mas ainda pode facilmente passar por um adolescente.

X-Men: Apocalypse tem estreia prevista para 27 de maio de 2016.

Compartilhe este Post

Posts Relacionados



Inscreva-se no Canal

Resenhas Populares

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

It: A Coisa

It: A Coisa

Planeta dos Macacos: A Guerra

Planeta dos Macacos: A Guerra

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Raw

Raw

Siga no Bloglovin’

Follow

Vem Com a Gente

Curta e Compartilhe

Aperte o Play

Nível Épico em Imagens