Você Viu?

O Caso de O DESTINO DE JÚPITER – Sobre o Adiamento e a Nova Data de Estreia

Como criadores de Matrix, Lana e Andy Wachowski ainda conseguem despertar interesse e hype ao redor de seus filmes. Apesar disso, muitas de suas produções nos últimos não alcançaram o mesmo sucesso da saga de Neo. Seu filme mais recente, Cloud Atlas, conseguiu mostrar bons lampejos dos Irmãos Wachowski da época de Matrix, especialmente com a história que se passa em 2144, com mais aspecto de ficção científica cyberpunk.

Essa história de Cloud Atlas — a quinta de seis histórias — é a melhor do filme e a mais bem construída em termos narrativos e estéticos, e é por isso (dentre outras coisas) que eu continuo a confiar no potencial dos Irmãos Wachowski para a ficção científica. O Destino de Júpiter tem todo esse potencial.

O filme conta a história de Jupiter Jones (Mila Kunis), uma garota que sonha com as estrelas, mas vive uma realidade árdua por trabalhar limpando a casa de outras pessoas. Sua vida é uma sucessão de acontecimentos ruins. Quando Caine (Channing Tatum), um caçador de recompensas geneticamente modificado, chega a Terra para localizá-la, Jupiter começa a descobrir sobre seu destino. Ela é descendente de uma antiga rainha e precisa assumir seu papel como salvadora do planeta, mas sua herança pode alterar para o equilíbrio de poder no cosmos.

Num primeiro momento, o visual do filme é sensacional, e a ideia de uma space opera dos Irmãos Wachowski é bem interessante. Mas o fato de que o lançamento foi modificado de agosto de 2014 para fevereiro de 2015 não pareceu um bom sinal para os que estavam esperando pelo filme. Isso porque os primeiros meses do ano são geralmente quando os estúdios lançam projetos com perspectivas financeiras desfavoráveis.

Essa, contudo, não é a única razão para a mudança na data de estreia. O adiamento aconteceu para garantir um período maior de pós-produção, para que os efeitos visuais mais complexos — cujos custos giram em torno de 150 mil dólares — pudessem alcançar um nível de qualidade mais consistente e verossímil.

Apesar de significativo, o adiamento de O Destino de Júpiter não significa que o resultado final será um fracasso. Nem todo filme que sofre um longo atraso acaba sendo um Frankenstein: Entre Anjos e Demônios; às vezes, temos algo que vale mais a pena, como o remake de RoboCop, que assim como O Destino de Júpiter, sofreu alterações em sua data de estreia, mudando também de agosto para fevereiro. Pelo que tenho visto nos novos materiais divulgados do filme — trailers e afins —, acredito que O Destino de Júpiter será um bom filme, não tão filosófico quanto Cloud Atlas, e com um pouco mais de ação e aventura no estilo de Matrix.

O elenco também inclui Sean Bean, Eddie Redmayne, Douglas Booth, James D’Arcy, Gugu Mbatha-Raw, Doona Bae e Terry Gilliam.

O Destino de Júpiter (Jupiter Ascending) tem estreia prevista para 05 de fevereiro de 2015.

O Destino de Júpiter

O Destino de Júpiter

O Destino de Júpiter

O Destino de Júpiter

Compartilhe este Post

Posts Relacionados



Inscreva-se no Canal

Resenhas Populares

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

It: A Coisa

It: A Coisa

Planeta dos Macacos: A Guerra

Planeta dos Macacos: A Guerra

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Raw

Raw

Siga no Bloglovin’

Follow

Vem Com a Gente

Curta e Compartilhe

Aperte o Play

Nível Épico em Imagens