Filmes

Star Wars Episode VII: THE FORCE AWAKENS – Título do Novo Filme Revelado

Desde que foi anunciado pela primeira vez um novo episódio de Star Wars, agora sob tutela da Disney, tivemos a contratação de J.J. Abrams como diretor, revelações sobre o elenco e vários rumores não oficiais sobre o enredo do filme. Agora que as filmagens estão concluídas, a LucasFilm divulgou um dos elementos mais esperados de qualquer filme de Star Wars em produção, o subtítulo: The Force Awakens — que poderia ser traduzido livremente como “O Despertar da Força”. — O site oficial de Star Wars deu a notícia, junto com um breve parabéns para a equipe de filmagem por terminarem a fase de gravações.


O SUBTÍTULO E SUAS IMPLICAÇÕES

Star Wars

O subtítulo, contudo, é a única nova informação fornecida, criando certa expectativa sobre o que significa no grande esquema das coisas, especialmente considerando que o Episódio VII é apenas a primeira parte de uma nova trilogia e o primeiro passo em um universo maior para a franquia (que inclui três filmes spin-off, séries para a televisão, quadrinhos, e outras coisas).

Se pararmos para pensar, o subtítulo de um filme de Star Wars costuma fornecer um resumo relativamente simples da configuração básica do enredo de cada capítulo:

Star Wars Episódio I: A Ameaça Fantasma

Star Wars Episódio II: O Ataque dos Clones

Star Wars Episódio III: A Vingança dos Sith

Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança

Star Wars Episódio V: O Império Contra-Ataca

Star Wars Episódio VI: O Retorno de Jedi

Star Wars Episódio VII: O Despertar da Força (The Force Awakens)

Star Wars Episódio VIII: Subtítulo a definir

Star Wars Episódio IX: Subtítulo a definir

A noção de que a Força “desperta” parece revelar que os Jedi e os Sith não atuam tão abertamente na galáxia na época do filme, mais ou menos como a história que vem sendo explorada em Star Wars Rebels. Graças à Rebels, já sabemos que Darth Vader estava usando um guerreiro não-Sith, conhecido como O Inquisidor, para rastrear e matar potenciais ameaças para o Lado Negro, forçando membros sobreviventes da Ordem Jedi (e outros que são sensíveis à Força) a viverem escondidos.

Vários atores do elenco de Episódio VII já foram alvos de rumores em que são definidos como “Caçadores de Jedi” (especificamente Adam Driver, Gwendoline Christie e Lupita Nyong’o) — o que sugere que, após a queda do Imperador, os Jedi permanecem atuando às margens da galáxia, ocultos, enquanto alguns guerreiros ainda tentam manter o que resta do Império na ausência do Lorde Sith. “O Despertar da Força” também remete a alguns rumores sobre o enredo ser focado em uma busca por Luke Skywalker, que teria desaparecido completamente. Sendo assim, se o Lado Negro foi derrotado e o campeão do Lado Iluminado tornou-se um eremita, a galáxia pode estar passando por um período em que a Força está ligeiramente “adormecida”, e em Episódio VII, ela começa a despertar novamente com o retorno mais ativo dos Jedi e dos Sith.

“O Despertar da Força” também aponta para outros rumores, de modo que podemos assumir que pelo menos um dos dois personagens principais — que serão interpretados por John Boyega e Daisy Ridley — vai descobrir que possui sensibilidade à Força, o que também poderia ser considerado um “despertar” de poderes adormecidos. Outros rumores (porque tudo é rumor em Star Wars no momento) afirmam que um vilão do passado também pode reaparecer, e esse vilão seria o Imperador Palpatine, o que também poderia representar um “despertar” depois de décadas. O retorno de Palpatine não é exatamente novidade, uma vez que é um elemento previamente explorado em romances (Palpatine como fantasma) e quadrinhos (clone de Palpatine) do Universo Expandido. Como o Universo Expandido foi desconsiderado do cânone de Star Wars, se Palpatine for trazido de volta, pode pegar inspiração em alguma dessas formas, ou de um jeito completamente novo.


O ENREDO DE ACORDO COM RUMORES

Star Wars

Até agora, em termos de enredo, o que sabemos sobre o Episódio VII é que o filme se passa 30 anos depois dos acontecimentos de O Retorno de Jedi, e só. Considerando muitos dos rumores que foram veiculados até agora sobre o Episódio VII, divulgados pelo Latino Review e Badass Digest (principalmente), podemos imaginar um enredo plausível (mas que ainda não passa de pura especulação, nada oficial).

Sendo assim, a história provavelmente seria focada em dois jovens protagonistas, que estão sendo chamados de “Thomas” e “Kira” (respectivamente interpretados por John Boyega e Daisy Ridley), que realizam uma jornada para encontrar o Mestre Jedi Luke Skywalker (Mark Hamill), que está desaparecido há muitos anos no momento em que o filme começa (de acordo com alguns rumores, Boyega seria um stormtrooper quando o filme começa). Quando os dois encontram Luke, alguns possíveis elementos da história seriam:

1. Luke revela sobre os Inquisidores, que caçam os Jedi e são ligados aos Sith.

2. Através de flashbacks, ao longo da história contada por Luke, Darth Vader aparece na época em que recrutou os primeiros Inquisidores. Essa sequência poderia também (de alguma forma) mostrar uma versão bem mais jovem de Leia, que seria interpretada por Billie Lourd, filha biológica de Carrie Fisher.

3. Em algum momento, a ex-chefe de Boyega (Gwendoline Christie) alcança os jovens e revela sua própria conexão com a Força — possivelmente como uma integrante da organização dos Inquisidores, cujas fileiras também podem incluir os personagens interpretados por Lupita Nyong’o e Adam Driver.

Se a configuração do enredo seguir mais ou menos essa linha, podemos considerar que a série Star Wars Rebels será de fato o ponto de partida para o novo cânone do universo de Star Wars.

Ao estabelecer que os Inquisidores têm atuado por mais de 50 anos antes de Episódio VII, a série Rebels facilitaria a transição para eles se tornarem os principais adversários nos novos filmes de Star Wars. Isso também acrescentaria interessantes novos aspectos à dinâmica Lado Iluminado vs. Lado Negro. O Episódio VII provavelmente vai promover grandes mudanças no universo de Star Wars, com a confirmação dos rumores ou não.


UNIVERSO COMPARTILHADO DE STAR WARS

Star Wars

Assim como a Marvel Studios está fazendo com seus filmes e séries, a LucasFilm também tem a intenção de criar um universo compartilhado e multimídia, o que é uma proposta interessante, e que no caso de Star Wars é bem condizente com a forma como a franquia vem sendo trabalhada ao longo dos anos. Romances, quadrinhos, games, séries de TV, todas essas mídias ajudaram a expandir o universo de Star Wars e conquistar ainda mais sucesso entre os fãs. Ainda que a Disney tenha desconsiderado o Universo Expandido do cânone, é um fato que a Disney e a LucasFilm pretendem criar seu próprio universo expandido canônico. E este novo universo será algo completamente diferente, segundo as empresas.

De acordo com o Badass Digest, o planejamento das coisas está bem avançado:

1. Haverá uma grande saga de Star Wars construída através dos filmes, programas de TV, livros, jogos e quadrinhos.

2. Não seremos obrigados a ver/ler tudo, mas a experiência será muito mais rica se conseguirmos acompanhar toda a história paralela.

3. Para o Episódio VII, J.J. Abrams está mais inclinado para seguir alguns aspectos dos planos de George Lucas na época em que coordenava a franquia, por exemplo, direcionando temas infantis para elementos como os Ewoks.

Para quem tem acompanhado de perto o desenvolvimento dos planos para a franquia Star Wars como propriedade da Disney/LucasFilm, existem algumas coisas que já sabemos, reveladas ao longo dos últimos anos:

1. Os Episódios VIII e IX já estão planejados e em desenvolvimento, com o diretor Rian Johnson (Looper) escalado para escrever e dirigir ambos os filmes.

2. Um grupo oficial para a história do universo de Star Wars foi criado para gerenciar e manter um enredo conciso para o universo compartilhado entre as várias mídias (TV, filmes, livros, games e outras).

3. Em relação ao universo da franquia, a Disney/LucasFilm tomaram a decisão de que, de todo o material antigo, apenas os Episódios I ao VI e a série animada Guerras Clônicas são parte do cânone oficial. Quaisquer materiais do Universo Expandido (livros, games, etc.) não são mais considerados oficialmente, mas ainda podem ser associados ao rótulo “Legends” de Star Wars, que englobará todos os materiais não-canônicos da franquia daqui para a frente.

4. A saga de Star Wars, canônica e oficialmente, continua com o romance Star Wars: A New Dawn (Um Novo Amanhecer), que foi lançado em setembro, e serve como prequel para a série Star Wars Rebels, cuja história se passa nos anos entre os Episódios III e IV.

5. Existem vários filmes spinoff de Star Wars planejados para lançamento entre Episódios oficiais da franquia. Gareth Edwards (Godzilla) vai dirigir um deles (que pode ser de Boba Fett); Josh Trank (Poder Sem Limites) vai dirigir outro (que pode ser de Han Solo).

O universo compartilhado de Star Wars será estendido para mais romances, games, quadrinhos, spinoffs, entre outras coisas. Naturalmente, alguns desses planos podem sofrer alterações com o passar do tempo, dependendo das circunstâncias. Mas de qualquer forma, teremos bastante Star Wars nas nossas vidas nos próximos anos.

Star Wars Episode VII: The Force Awakens (Star Wars Episódio VII: O Despertar da Força) tem previsão de estreia para 18 de dezembro de 2015.

Compartilhe este Post

Posts Relacionados



Resenhas Populares

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Raw

Raw

Capitão Fantástico

Capitão Fantástico

O Homem nas Trevas

O Homem nas Trevas

Nível Épico em Imagens

Google Plus

Facebook

SoundCloud