Filmes

A Revolução Espacial de INTERESTELAR – Construindo Um Buraco Negro

Interestelar, novo filme de Christopher Nolan, é provavelmente um dos filmes mais esperados desse ano, não apenas por ser uma obra de Nolan — cuja excelência quando se trata de cinema é inquestionável —, como também por todo potencial que está sendo explorado com essa produção — um potencial que muitos já comparam 2001: Uma Odisseia no Espaço, de Stanley Kubrick. — O material de divulgação liberado até agora revelou alguns detalhes da trama, além de um visual imponente que reflete bem a concepção de Nolan, mas sem fornecer detalhes que possam estragar a verdadeira experiência que será assistir a esse filme na tela grande, em IMAX. A maneira como Nolan filmou Interestelar — com tomadas grandiosas das aeronaves em câmeras IMAX e um conjunto de elementos práticos para servirem de obstáculos ao seu elenco — tem provocado bastante discussão sobre o filme.

A história gira em torno de um grupo de exploradores que fazem uso de um buraco de minhoca recém-descoberto para superar as limitações de uma viagem espacial. O experiente piloto Cooper (Matthew McConaughey) se junta aos astronautas Amelia (Anne Hathaway), Doyle (Wes Bentley) e Romilly (David Gyasi) com o objetivo de encontrar um novo lar para a humanidade — em outro planeta —, uma vez que a Terra está sendo assolado por uma crise ecológica de grandes proporções. Enquanto isso, a família de Cooper permanece na Terra. Murph (Mackenzie Foy), filha de Cooper, luta para sobreviver ao ambiente cada vez mais hostil e mutável do planeta, acreditando que um dia seu pai voltará de sua ambiciosa missão nas estrelas.

Pela sinopse, dá para notar que o roteiro desenvolvido por Christopher Nolan, repetindo a sempre bem-vinda parceria com seu irmão, Jonathan Nolan, incluirá algumas histórias emocionantes e técnicas de edição não-lineares complexas — o tipo de coisa que podemos esperar do diretor, que tornam a ação ainda mais espetacular e o drama humano ainda mais envolvente. Semelhante ao que ele fez em Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge, Nolan filmou Interestelar com uma combinação do formato 35 mm de filme e no formato 70 mm IMAX. O que significa que podemos esperar por algumas cenas realmente impressionantes.

Apenas com imagens de trailer, Christopher Nolan já mostrou que encontrou o caminho para um épico da ficção científica. Algumas imagens ainda deixam alguns mistérios no ar, como o planeta com ondas gigantescas que não é a Terra e o robô em forma de monólito negro — uma referência leve ao filme 2001: Uma Odisseia no Espaço. — Considerando que o filme tem quase três horas de duração, podemos assumir que o que foi mostrado até agora é praticamente nada perto do que vamos ver de verdade no filme — ainda que o pouco revelado até agora seja espetacular por si só.

O elenco inclui Matthew McConaughey, Anne Hathaway, Jessica Chastain, Casey Affleck, Michael Caine, Wes Bentley, John Lithgow, Topher Grace e Matt Damon.

Interestelar (Interstellar) tem estreia prevista para 06 de novembro.

Para construir o filme, Nolan trabalhou em conjunto com astrofísicos que pudessem ajudá-lo com os aspectos mais científicos relacionados a buracos negros (Black Hole) e buracos de minhoca (Wormhole), que como fica claro pela sinopse, são partes fundamentais do enredo. Como um “atalho” que poderia ser usado para atravessar o continuum espaço-tempo — reduzindo assim o tempo e as limitações de uma viagem espacial —, os buracos de minhoca são amplamente utilizados na ficção científica. Nolan pretende aplicar sua própria visão de ficção científica, embasado por especialistas, certamente para conceder ao filme a sobriedade habitual de suas obras. Interestelar tem tudo, e mais um pouco, para ser um épico de proporções siderais. Assista abaixo ao featurette que mostra um pouco do trabalho de Nolan com os astrofísicos.

Interestelar

Interestelar

Interestelar

Interestelar

Compartilhe este Post

Posts Relacionados



Nível Épico em Imagens

Facebook

Google Plus