Quadrinhos

Gabo: Memórias de Uma Vida Mágica

Gabo: Memórias de Uma Vida Mágica é uma biografia em quadrinhos do escritor Gabriel García Márquez, tendo como pano de fundo a criação de seu principal romance, Cem Anos de Solidão.

(Gabo: Memórias de Una Vida Mágica) – Biografia em quadrinhos. Colômbia, 2013.

De Óscar Pantoja. Arte de Miguel Bustos, Felipe Camargo, Tatiana Córdoba e Julián Naranjo. Com o personagem Gabriel García Márquez. Editora Veneta. 184 páginas.

Gabo: Memórias de Uma Vida Mágica


GABO: MEMÓRIAS DE UMA VIDA MÁGICA – RESENHA

Mais do que a preocupação de contar a biografia em quadrinhos do escritor colombiano Gabriel García Márquez, essa é uma história que se preocupa em retratar o nascimento de uma obra-prima.

Narrada de forma não-linear, os autores vão retratando as passagens da vida de seu protagonista, sendo o elo entre as cenas sempre a construção de seu principal romance, Cem Anos de Solidão. A abertura da graphic novel é a famosa viagem de férias onde Gabo tem uma espécie de epifania e finalmente entende como deve começar seu livro.

Somente após passamos pela infância, vida adulta, dificuldades financeiras e diversos empregos em várias partes do mundo. E tudo isto é retratado de forma a ir construindo o clima para que o autor finalmente esteja preparado para escrever seu grande romance. E depois, receba a consagração com o Prêmio Nobel de Literatura.

O roteirista pontua as idas e vindas temporais com alguns toques de realismo mágico, uma opção um tanto óbvia, mas que na prática funciona muito bem. Nada está ali por acaso, com suas escolhas se adequando muito bem à narrativa. Esta opção funciona bem e constrói o clima para o final da HQ, que é bem emocionante. Assim como Gabo, Óscar Pantoja utiliza o aspecto mágico para ressaltar as emoções, estas sim bastante reais.

A arte, dividida entre vários desenhistas, consegue manter uma identidade visual única. O interessante é que cada capítulo possui uma cor diferente, o que ressalta o aspecto mais onírico que o roteiro imprime à obra.

Assim, os autores conseguem utilizar a linguagem dos quadrinhos para narrar de forma única a vida de Gabo. E ainda fazem uma interessante reflexão sobre a gênese de um dos livros fundamentais do século XX. Desta forma, acabam por realizar uma obra que vale mais do que mera curiosidade biográfica. Com valor artístico próprio, ela vale ser lida por todo amante dos quadrinhos, ainda que o leitor não seja fã do biografado.

Gabo: Memórias de Uma Vida Mágica

Gabo: Memórias de Uma Vida Mágica

Gabo: Memórias de Uma Vida Mágica

Compartilhe este Post

Posts Relacionados



Resenhas Populares

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Raw

Raw

Capitão Fantástico

Capitão Fantástico

O Homem nas Trevas

O Homem nas Trevas

Nível Épico em Imagens

Google Plus

Facebook

SoundCloud