Filmes

X-MEN: APOCALYPSE Estreia em 2016 – Universo Compartilhado Com Quarteto Fantástico e X-Force

X-Men: Apocalypse

PUTAQUEPARIU. Meu cérebro está em chamas. Porque eu gosto MUITO da saga Dias de Um Futuro Esquecido que será base para o próximo filme dos X-Men, mas eu gosto MUITO MAIS PARA CARAMBA da saga A Era do Apocalipse.

Imagina como estou me sentindo agora que Bryan Singer anunciou no twitter que um novo filme dos X-Men estreará nos cinemas dia 27 de maio de 2016. O subtítulo? APOCALYPSE. Isso que você leu. X-Men: Apocalypse. Um dos mais icônicos vilões do Universo X-Men vai finalmente aparecer nas telonas.

Apocalypse, também chamado de En Sabah Nur, é um mutante imortal, talvez o primeiro, cujas raízes traçam até o Egito Antigo. Ele possui força sobre-humana, poderes mentais, habilidades de teleporte e controle, e intelecto extremamente apurado, além de usar tecnologia alienígena e uma armadura. É conhecido por viver sob o conceito de sobrevivência do mais apto, e normalmente é seguido por diversos mutantes, entre eles os temidos Quatro Cavaleiros do Apocalypse. Suas histórias sempre envolvem viagens no tempo, e ele frequentemente entra em conflito com o mutante Bishop — interpretado por Omar Sy no filme X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido.

X-Men: Apocalypse será uma continuação de X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido. O enredo da clássica saga A Era do Apocalypse, publicada nos anos 90, se passava num futuro alternativo em que o Apocalypse assumia o poder do mundo e controlava tudo com mãos de ferro. O mais provável é que os acontecimentos do filme X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido seja responsável pela ascensão do Apocalypse. Vale ainda mencionar que a mutante Blink — gosto muito dela — vai aparecer em X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido, e ela apareceu pela primeira vez justamente durante a Era do Apocalypse.

Ao longo dos anos, algumas outras sagas retomaram a Era do Apocalipse, levando personagens a viajar no tempo de volta a essa época. Em 2011, por exemplo, o grupo X-Force voltou a Era do Apocalipse, num momento posterior à cronologia dos X-Men apresentada nos anos 90, mas no mesmo universo. Apesar dessas outras sagas, a dos anos 90 continua sendo a mais clássica, famosa especialmente pelas reviravoltas criadas em seus personagens, como o casamento entre Magneto e Vampira, a transformação de Ciclope em um vilão à serviço do Apocalipse, o Logan sem uma das mãos chamado Arma X e que nunca se chamou Wolverine, a inserção de Blink, entre outras.

Mas você acha que acabou? Nada, é só o começo. Parece que a 20th Century Fox resolveu seguir o caminho da Marvel no cinema, e pretende combinar suas propriedades mutantes para construir seu próprio universo compartilhado. O estúdio está atualmente desenvolvendo um novo filme do Quarteto Fantástico e também do X-Force, e tem a intenção de juntar ambas as equipes no mesmo universo.

X-Men e Quarteto Fantástico

Enquanto conversava com a SFX, o roteirista de quadrinhos Mark Millar, que escreve para a Marvel e presta consultoria para os filmes da Fox, fez algumas revelações sobre Quarteto Fantástico — “Sem dúvida, temos que ver alguns desses caras aparecendo nos filmes uns dos outros. Acho que a coisa mais emocionante em filmes de super-heróis, até a estreia de Os Vingadores, foi quando Nick Fury apareceu em Homem de Ferro. Mesmo que fosse um cara com um tapa-olho, foi muito legal, e eu espero que vejamos mais disso.”

O diretor Jeff Wadlow também revelou recentemente detalhes sobre X-Force e seu lugar no Universo X-Men — “Deixe-me colocar desta forma. Será perfeitamente construído para existir no universo cinematográfico de X-Men, mas não é uma sequência.”

Soma-se a isso o fato de que a Fox fez um acordo com Simon Kinberg, roteirista de X-Men, para criar um universo no estilo da Marvel para o estúdio, unificando X-Men e Quarteto Fantástico. Além de escrever X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido, ele também escreveu X-Men: O Confronto Final, e atualmente Kinberg está reescrevendo o roteiro de Quarteto Fantástico. De acordo com o The Hollywood Reporter, o estúdio assinou um contrato de três anos com Kinberg e sua produtora Genre Films. O acordo permitirá a Kinberg combinar franquias de super-heróis do estúdio.

De acordo com Kinberg — “Tenho um monte de ideias sobre como construir essas marcas e fazer o que todo mundo está pensando nos dias de hoje: que seja como a Marvel. Eu quero ser capaz de construir histórias ao longo de vários filmes.”

Ainda não há informações se Kinberg seria o roteirista de X-Men: Apocalypse, mas não seria uma surpresa se ele assumisse esse cargo também. Considerando as intenções de compartilhamento de universos da Fox, é bem provável que X-Men: Apocalypse seja desenvolvido para se adequar a essa proposta.

Kinberg é co-criador e produtor executivo da nova série animada Star Wars: Rebels, possivelmente escreverá um dos filmes spin-off de Star Wars, além de ser produtor em Chappie, de Neill Blomkamp; The Martian, de Drew Goddard; nas adaptação live-action de Cinderela, da Disney, e numa adaptação da graphic novel Rust.

Fox está investindo pesado para construir seu próprio universo cinematográfico compartilhado no estilo Marvel. Existe um grande potencial nisso, e se conseguirem seguir o caminho que começaram a desenvolver com X-Men: Primeira Classe, será um prazer ver essa junção de personagens, universos e apocalipses. Seria mais legal ainda se os estúdios se dispusessem a trabalhar juntos em crossovers com os filmes uns dos outros — seria lindo ver X-Men, Vingadores, Quarteto Fantástico e Homem-Aranha juntos no mesmo filme de três horas de duração.

Compartilhe este Post

Posts Relacionados



Inscreva-se no Canal

Resenhas Populares

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Raw

Raw

Capitão Fantástico

Capitão Fantástico

O Homem nas Trevas

O Homem nas Trevas

Nível Épico em Imagens

Google Plus

Facebook

SoundCloud