Livros

Filhos do Éden – Livro II: Anjos da Morte

Filhos do Éden – Livro II: Anjos da Morte

Filhos do Éden – Livro II: Anjos da Morte

Filhos do Éden – Livro II: Anjos da Morte

Filhos do Éden – Livro II: Anjos da Morte

Depois de 2 anos de expectativa, finalmente foi publicado Filhos do Éden – Filho II: Anjos da Morte (Brasil, 590 páginas, 2013), segundo volume da série escrita por Eduardo Spohr. Desta vez, acompanhamos as aventuras de anjo Denyel pelas guerras do Século XX, cumprindo missões determinadas por seus superiores celestiais, e em paralelo, no presente, vemos a busca de Kaira, Ismael e Urakin para tentar reencontrar Denyel, desparecido no fim do Livro I da série.

No primeiro volume, observamos que Spohr tentou sair de sua zona de conforto em relação a seu primeiro romance A Batalha do Apocalipse (2010), e essa afirmativa mais uma vez se mantém. Agora, o autor está mais preocupado com a construção psicológica de seus personagens do que com batalhas épicas. Embora contenha muitas cenas de ação, a preocupação é sempre no que Denyel e os outros estão sentindo, em suas reações e no que isso afeta seu futuro.

A estrutura de flashbacks é invertida nesta nova obra. A trama principal é no passado, mostrando como Denyel foi se afundando em seus próprios erros até chegar ao ponto baixo que vimos no início de Herdeiros de Atlântida. Se a experiência de uma guerra é traumática, imagina para quem lutou em várias delas. O ponto forte do livro é justamente esse, o autor consegue destroçar sem piedade seu protagonista, a ponto de privá-lo de esperança.

Cabe destaque para o trabalho de pesquisa de Spohr. A Segunda Guerra Mundial, em especial, é muito bem retratada. Já a Guerra do Vietnã tem muito do clima de filmes sobre a época, como Nascido para Matar. Temos ainda um novo personagem bastante carismático, o sargento Tom Craig, que torna-se aliado de Denyel em combate. O único porém é que ele fica muito preso ao estereótipo do sargento durão, o que destoa um pouco em um livro tão focado na construção dos personagens. Aliás, o escritor em alguns momentos do livro acaba se utilizando de alguns clichês em diálogos e situações ao longo da trama, talvez de forma um pouco excessiva, embora seja difícil fugir disso em um livro com tantas situações de conflito.

A parte que se passa nos dias atuais, com foco maior em Kaira, acaba ganhando pouco destaque, servindo muitas vezes como interlúdio entre uma aventura e outra de Denyel. Embora importante para a trama da série como um todo, esta parte da história ficou levemente arrastada, quebrando às vezes o ritmo empolgante da trama principal. Mas ela tem sua razão de ser, e a conclusão compensa (não vou dar spoilers, mas a luta final é bem sinistra), possuindo ainda ligação com o que foi mostrado no passado de Denyel.

O final é bem interessante. A trama se encerra durante a queda do Muro de Berlim, com um clima nas ruas bastante festivo, contrastando com a amargura do protagonista. Depois de tanta porrada, o clima de amargura pode até estranhar, mas é o tom certo para o encerramento, afinal, durante toda a obra, nos deparamos com o pior que a humanidade pode oferecer, com verdadeiras tragédias, e um final feliz seria totalmente inadequado.

Pra compensar, logo depois, temos o prólogo do próximo volume, que se encerra de uma forma tão precisa que te deixa curioso e cheio de expectativa, desde já, para saber como tudo isso vai continuar.

Filhos do Éden – Filho II: Anjos da Morte é um livro bem sombrio, com um protagonista ambíguo — pode até surpreender alguns. Spohr deixa de ser apenas um fenômeno e se consolida como grande autor da Literatura Fantástica Nacional, afinal, já é seu terceiro livro bem-sucedido. E o mais interessante é que, embora não se descuide da aventura, ele não deixa de lançar um olhar crítico sobre o que é a guerra e sobre o comportamento dos humanos em situações de crise. O que nos resta agora é a ansiedade para o terceiro volume chegar, e ver como todas as pontas soltas vão se amarrar. Com tantos personagens carismáticos, esse final tem tudo para ser épico!

Compartilhe este Post

Posts Relacionados



Inscreva-se no Canal

Resenhas Populares

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Raw

Raw

Capitão Fantástico

Capitão Fantástico

O Homem nas Trevas

O Homem nas Trevas

Nível Épico em Imagens

Google Plus

Facebook

SoundCloud