Livros

A Máquina AntiBullying

A Máquina AntiBullying

A Máquina AntiBullying

A Máquina AntiBullying

A Máquina AntiBullying

Tem certas coisas que só a literatura nacional faz por você. Sério. Ficar sem fala e não saber o que escrever (além de WOW, QUE PERFEITO e AMEI) sobre um livro infantil megadivertido com personagens pré-adolescentes é só uma das coisas. :)

Meu primeiro contato sério com livros (lê-se: realmente li um livro por vontade própria e inteiro) foi com o Pedro Bandeira, A Droga da Obediência, para ser mais exata. Eu tinha um grupo de amigas arteiras e aventureiras no primário e ginásio e juntas explorávamos lugares escondidos pela escola, por causa de livros como esse. A gente escrevia K na palma da mão com pilot preto e tudo. Juro.

Nunca vou esquecer da sensação de pertencer a um lugar especial. De fazer algo diferente que nenhuma outra criança do mundo fazia. Ou seja, ser esperta o bastante para ler e encarnar os personagens de histórias divertidas. Porque ninguém no mundo havia tido ainda essa ideia original de agir como seus personagens prediletos, e eu sim… :) (Não preciso dizer que estou sendo irônica, né?)

Marcelo Amaral conta a primeira história da Turma da Página Pirata de um jeito tão gostoso, que você até esquece que o tempo passou e não sente que o livro acabou. Se fosse um seriado de TV eu iria fazer altas maratonas. Pena que precisamos ser solidários e não podemos xingar o autor por não ter mais dez livros como esse, guardados na gaveta, prontinhos para serem publicados. Aff. Quero o próximo já!

Como disse o próprio autor em seu blog: “A Coleção Turma da Página Pirata é uma nova série focada nas aventuras de Pastilha e seus amigos, passadas no mundo real, em especial no Colégio São João. As histórias acontecem antes dos eventos narrados em Palladinum, quando eles tinham entre dez e onze anos e só queriam saber de trabalhar na Página Pirata e aprontar pra valer.”

A Máquina AntiBullying (Brasil, 2013) é o primeiro da coleção e conta os desafios da turminha e principalmente do Paçoca em ter de lidar com um grupo de valentões e encrenqueiros da escola. Além de refletir sobre as questões de bullying, a aventura coloca em evidência a importância do diálogo, da família e o valor das verdadeiras amizades. Apesar de ser um assunto sério e ter sido muito bem discutido, a leitura é rápida, no sentido gostoso da palavra, e diverte horrores. Sério. O livro não parava de arrancar sorrisos do meu rosto e risadas que me pegavam desprevenida, enquanto lia no ônibus, lotado, a caminho do trabalho.

O livro pode ser para crianças e pré-adolescentes, mas o adulto não vai deixar de se identificar e sentir aquela nostalgia básica ao se lembrar dos tempos de escola, das décadas anteriores aos anos 2000.

Além de ser prazeroso, o livro ensina e passa muitas mensagens positivas.

Se você quiser assistir ao book trailer, clique aqui.

Se você quiser comprar o livro, clique aqui para acessar o site da editora Vermelho Marinho.

Compartilhe este Post

Posts Relacionados



Inscreva-se no Canal

Resenhas Populares

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Raw

Raw

Capitão Fantástico

Capitão Fantástico

O Homem nas Trevas

O Homem nas Trevas

Nível Épico em Imagens

Google Plus

Facebook

SoundCloud