Você Viu?

Possessão – Festival do Rio 2012

Possessão

Possessão

Possessão

Possessão

Alguns filmes, infelizmente, surgem nas telonas fadados ao estigma de réplicas genéricas de outros filmes. Algumas vezes, conseguem extrair algo novo ou diferente de suas histórias ou simplesmente são terrificantes o suficiente para sobreporem suas deficiências. Possessão (The Possession, EUA, 2012) fica no meio termo entre essas características. Por isso, acaba sendo apenas mais um suspense sobre exorcismos pálido e pouco expressivo. Não é de todo ruim, mas podia ter sido melhor pelo que tinha à disposição em termos de história, efeitos e elenco.

Com vislumbres de O Exorcista e O Chamado, trocando a religião católica pela judaica e a fita VHS por uma caixa de madeira, Possessão é uma profusão de conceitos e acontecimentos que você certamente já viu outras vezes, com um terceiro ato cheio de judeus hassídicos sinistros — que deve ser uma das poucas novidades reais da trama. A ideia de usar mitos judaicos na construção da história, na verdade, é a parte mais interessante do filme, pois foge um pouco do básico católico. Mas a premissa ainda é a mesma: criatura demoníaca que vem para nosso mundo e enfrenta algum padre determinado a bani-lo de volta para onde ele veio. Troque padre por rabino.

Baseado num artigo do LA Times chamado Jinx numa Caixa e originalmente intitulado Caixa Dibbuk, a história acompanha a jovem Em (Natasha Calis) que vai viver com seu pai divorciado, Clyde (Jeffrey Dean Morgan), e descobre uma caixa de madeira antiga num bazar de quintal. Infelizmente, o que ela não sabe é que a caixa contém uma força conhecida como dybbuk, um espírito maligno que nasce da alma perdida de uma pessoa morta. Quando a menina abre a caixa, é possuída. Clyde faz o possível para livrar sua filha desse mal com a ajuda de sua outra filha Hannah (Madison Davenport), de sua ex-esposa Stephanie (Kyra Sedgwick) e do jovem rabino Tzadok (interpretado pelo rapper hassídico Matisyahu).

Como de praxe nesse tipo de filme, tudo acontece muito devagar, o que por si só já é um problema, afinal, se a menina está estranha, atraindo mariposas bizarras e manifestando ventos do nada, por que diabos ninguém faz alguma coisa com um pouco mais de urgência pra ajudá-la?! Isso é algo que faz falta: urgência! A amenização do tema com o drama familiar também contribui com o andamento da história, que acaba ficando um pouco chata. No terceiro ato, quando a possessão começa a se tornar mais drástica é que as coisas ficam mais agitadas e o filme ganha algum fôlego. Mas tudo se resolve com tanta rapidez — e facilidade — que soa superficial.

Há ainda o problema com os cortes secos que a edição faz quando acontece algum “susto”. O corte é tão brusco que não dá tempo de você sentir o “susto”, que acontece e acaba num piscar de olhos. O exorcismo de Tzadok parece uma dança de rap — ele grita “put your hands on her!” e você inevitavelmente pensa nele gritando “put your hands up!” Dá vontade de rir, e isso não é exatamente a reação esperada para um filme de suspense. O fato de o ator que interpreta o rabino ser um rapper também não ajuda muito.

O diretor Ole Bornedal (Nightwatch – Perigo na Noite) tem talento para condução das sequências do bairro isolado e silencioso onde Clyde mora, com direito a boas tomadas aéreas e uma fotografia meio amarronzada meio acinzentada que facilita a ambientação na história. Ele também consegue extrair atuações respeitáveis das jovens atrizes Natasha Calis e Madison Davenport em momentos que rendem sequências dignas de um bom suspense. Mas, infelizmente, Possessão não escapa de ser apenas um filme mais ou menos com uma trama negligente e preguiçosa. Nem a produção de Sam Raimi, nem os conceitos judaicos dignos de um A Sétima Profecia — filme de 1988 com Demi Moore — garantem a energia necessária para livrar esse suspense da apatia. A ideia é interessante, porém, mal executada.

Possessão (The Possession)

De Ole Bornedal.

Com Jeffrey Dean Morgan, Kyra Sedgwick, Madison Davenport.

Estados Unidos, 2012. 92 minutos.

Mostra Midnight Terror



Apoie
Compartilhe este Post

Posts Relacionados



Inscreva-se no Canal

Resenhas Populares

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

It: A Coisa

It: A Coisa

Planeta dos Macacos: A Guerra

Planeta dos Macacos: A Guerra

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Raw

Raw

Siga no Bloglovin’

Follow

Vem Com a Gente

Curta e Compartilhe

Aperte o Play

Nível Épico em Imagens