Você Viu?

Batman: Ano Um – Animação

Nível Exemplar

Batman: Ano Um – Animação

Batman: Ano Um – Animação

Batman: Ano Um – Animação

Batman: Ano Um – Animação

Batman: Ano Um (Batman: Year One, EUA, 2011) adapta em forma de animação uma das mais importantes sagas do Batman nos quadrinhos, publicada em 1987. Não dá pra falar sobre a animação sem falar dos quadrinhos.

A história do primeiro ano de Bruce Wayne como uma combatente do crime antes de se tornar o lendário vigilante mascarado foi contada na HQ por Frank Miller e ilustrada por David Mazzuchelli. Esta é um daqueles quadrinhos que até hoje permanece reverenciado pelos fãs, especialmente por ter se tornado parte essencial da mitologia do Homem-Morcego. Mas agora não é o momento pra falar da revista. É o momento pra falar do filme animado, adaptado pela Warner Bros. Animation e lançado em DVD e Blu-Ray no ano passado, com direção de Sam Liu e Lauren Montgomery.

Nesse primeiro ano, acompanhamos a história vil de Gotham sob a ótica de dois personagens: o bilionário Bruce Wayne (dublado por Ben McKenzie), que volta para casa depois de doze anos no estrangeiro; e o Tenente James Gordon (Bryan Cranston), que é transferido com a mulher grávida para uma cidade que considera decadente com o objetivo de realizar um trabalho tão decadente quanto. Enquanto o quadrinho tinha uma boa mistura de ação e suspense entre os pontos de vista de ambos, o filme tende mais para a história de Gordon. Nada que comprometa. Na verdade, o ponto de vista mais voltado para Gordon é um ponto positivo, pois aumenta o mistério ao redor do Batman, um personagem que nos quadrinhos sempre se manteve mais distante, oculto sob seu próprio mito.

Wayne vê a corrupção de Gotham e deseja livrá-la de todos os corruptos, mas não sabe exatamente como. Em sua busca por uma solução, ele começa a combater o crime. Logo, torna-se o Batman.

Já Gordon tenta lidar com a corrupção por dentro e tem como maior empecilho o fato de estar preso ao sistema e ainda sofre com a vulnerabilidade de ter uma família — algo que não afeta o Batman. Mas Gordon tenta com suas próprias armas combater o crime de Gotham, tendo ainda que evitar cair nos pecados e tentações que a vida em Gotham pode proporcionar. O foco em Gordon mostra o quão difícil é viver em meio a corrupção e não fazer parte dela, mesmo que indiretamente. Quando cede aos encantos de sua parceira, a Detetive Essen (Katee Sackhoff), enquanto sua esposa fica em casa por conta da gravidez, o vemos derrapar em seu caminho. Mas quando decide acabar com seu affair e contar toda a verdade para sua mulher, o vemos se erguer acima das índoles vis que o cercam, vemos sua força de caráter e o motivo pelo qual ele se torna — no futuro — o suporte moral para o Homem-Morcego.

Claro que condensar um ano inteiro num filme de 64 minutos não é uma coisa simples — como, aliás, não foi tão fácil fazer nas quatro edições da revista quando foi publicada. A passagem muito acelerada entre os meses deste primeiro ano soa um pouco incoerente em certos momentos, especialmente no começo, quando os acontecimentos parecem se atropelar. Alguns personagens, como Falcone (Alex Rocco), por exemplo, poderia ter um tempo menor de tela, algo que proveria mais tempo para trabalhar com um pouco mais consistência algumas outras partes da trama. Talvez até mostrar um pouco mais do Batman. Ou da Mulher-Gato (Eliza Dushku), que aparece rápido demais e com motivações que não são plenamente definidas. Mas a partir da metade do longa, a história ganha ritmo e estabilidade e flui melhor até o final.

O estilo visual transita entre a clássica animação ocidental e a oriental (dos animes), o que se mostra providencial especialmente nas cenas de ação e de luta, que são dinâmicas e bem estruturadas. A cena em que Gordon arrebenta a fuça do corrupto Detetive Flass (Fred Tatasciore) dá vontade de vibrar de tão empolgante. A perseguição final e a cena da ponte funcionam ainda melhor na tela do que nos quadrinhos.

A visão do esforço jovial de Wayne e das lutas pessoais de Gordon são apenas os vislumbres dos primeiros anos de dois dos maiores heróis dos quadrinhos, homens que estão acima de suas fraquezas porque aprenderam a aceitá-las e contorná-las. E aqui vemos como começaram esta jornada de aprendizado.

Batman: Ano Um não é bem-sucedido somente por se manter fiel ao seu material de origem, mas por ser uma obra audiovisual em si. É um acréscimo importante para a mitologia do Batman nas telas. E, assim como nos quadrinhos, a animação tem tudo para manter um lugar no proeminente rol da fama do Cavaleiro das Trevas.

[bb]

Compartilhe este Post

Posts Relacionados



  • Erick

    Assisti a animação e é sensacional! Queria saber se vai ter continuação? E quando sai…obrigado

    • http://www.nivelepico.com/ Alan Barcelos

      Não creio, até porque é uma história específica pra conta sobre a origem do Batman. Mas existem outros filmes animados do Batman para DVD que você pode querer ver, como Batman Contra o Capuz Vermelho, Superman e Batman: Inimigos Públicos, Superman/Batman: Apocalypse, entre outros. As animações da DC pra DVD e Blu-Ray geralmente são muito boas. :)

  • Alecs

    Li a revista antes de assistir e o filme parece ter perdido o lado sombrio da HQ. Por mais fiel aos acontecimentos, achei que faltou uma mãozinha artística para fazer a trama ganhar vida, talvez seja por eu não apreciar as animações da WB, considero-as estáticas demais e os cenários muito limpos. A trilha também não possui muita inspiração e, para mim, isso é crucial para narrar uma boa história.

    • http://www.nivelepico.com/ Alan Barcelos

      Pois é, quando rola essa transposição entre mídias, as coisas normalmente ficam um pouco diferentes. Realmente o clima não ficou tão sombrio quanto na HQ e alguns personagens não foram tão bem explorados. Mas, apesar disso, eu gostei. Acho que foi uma adaptação digna do quadrinho em termos de animação. :)

Inscreva-se no Canal

Resenhas Populares

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

It: A Coisa

It: A Coisa

Planeta dos Macacos: A Guerra

Planeta dos Macacos: A Guerra

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Raw

Raw

Siga no Bloglovin’

Follow

Vem Com a Gente

Curta e Compartilhe

Aperte o Play

Nível Épico em Imagens