Você Viu?

Damon Lindelof finalmente se explica sobre o polêmico final de Lost

Damon Lindelof

Mesmo dois anos depois, um vídeo de 25 minutos em que o criador de Lost, Damon Lindelof, fala sobre a ideia por trás do final da sexta temporada da série ainda consegue chamar alguma atenção e prova o quão forte foi a presença de Lost na TV.

Entrevistado pelo On The Verge sobre próximo filme de Ridley Scott, Prometheus, Lindelof foi questionado sobre a decepção de muitos fãs (o que não me inclui) pela season finale de Lost, e engajou-se em quase meia hora de argumentação sobre suas razões para escrever aquele final.

“Assumo a responsabilidade e a autoria de Lost, e considerando meus próprios sentimentos sobre o final, não peço desculpas por isso” — disse Lindelof, acrescentando depois — “É a história que eu queria dizer”.

“Não é que eu não me importava com a mitologia da série, mas muitos shows do gênero vêm e vão, muito focados em seus mistérios e em suas mitologias e em suas ambigüidades. E não há pior cena na história do gênero que o Arquiteto explicando para Neo tudo o que aconteceu em Matrix , e eu não ia mesmo cutucar naquilo com uma vara curta” — completou o atual produtor executivo de Prometheus.

A entrevista toca ainda em pontos sobre os finais controversos de outros programas de sucesso da TV, os episódios “fillers” que vieram como resultado da indecisão da rede quanto a Lost terminar ou não, o episódio favorito de Lindelof, e porque ele acha improvável que tenhamos um filme de Lost algum dia.

Bem, eu gostei do final de Lost — e acho que sou um dos poucos fãs da série que gostou. Concordo com Lindelof em muitos pontos, especialmente na parte de não explicar tudo, não entregar tudo mastigado no final, porque muitos mistérios são feitos para serem conjecturados, pensados de forma supersticiosa, não foram feitos para explicações detalhadas e de embasamento científico aprofundado.

Todavia, também concordo que Lost fugiu um pouco de sua proposta inicial e isso prejudicou algumas coisas. Ainda assim, Lost conseguiu fechar sua história, encerrar o ciclo de seu roteiro. Não foi um final épico, ok, mas foi um bom final. E continuo feliz por ter acompanhado a EXPERIÊNCIA que a série representou para a TV e para as outras mídias.

Você pode assistir à entrevista na íntegra aí embaixo. ;-)

Compartilhe este Post

Posts Relacionados



Inscreva-se no Canal

Resenhas Populares

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Raw

Raw

Capitão Fantástico

Capitão Fantástico

O Homem nas Trevas

O Homem nas Trevas

Nível Épico em Imagens

Google Plus

Facebook

SoundCloud