Música

Show de BRITNEY SPEARS no Rio – Uma Fêmea Fatal Para Menores

Fotos: Christiano Rubin

Britney Spears: Femme Fatale Tour

Britney Spears, uma das grandes musas do pop, voltou ao Brasil depois de dez anos. Em 2001, ela esteve no Rock in Rio e, desde então, muita coisa mudou… seu estilo mudou. Mas, se tem uma coisa que fica clara com o show da Femme Fatale Tour é que ela não perdeu o charme e o impacto que causa nos fãs. E estes fãs, aliás, também mudaram, formados em sua maioria por adolescentes que aprenderam a gostar desta nova Britney. Alguns vintões e trintões que pegaram o início da carreira da cantora também podiam ser vistos, mas eram minoria. Era uma gritaria empolgada a cada entrada no palco da cantora, durante a apresentação na Praça da Apoteose, no Rio de Janeiro, que começou pontualmente às 21h e terminou por volta das 22h30.

O show é, na verdade, um grande espetáculo visual. Britney canta, dança, pula, troca de figurino várias vezes, sobe e desce nos elevadores, sai de caixas de som e leva os fãs ao delírio — especialmente, o sortudo que é escolhido para subir ao palco durante a música Lace and Leather, na qual Britney basicamente usa e abusa do escolhido. E o felizardo ainda deu um beijão na perna dela… tem meu respeito!

Os vários níveis de altura do palco trazem deques para as performances, escadas de acesso, elevadores e uma composição complexa de cenografia, com carros, trono e até barcos. Vários bailarinos dividem o palco com a cantora durante as exibições.

De cara, somos apresentados à proposta do disco Femme Fatale — que, como fica claro pelo nome, trabalha o conceito de uma mulher fatal tentando escapar de um stalker obcecado por ela. Transgressão é o conceito por trás da apresentação. O show abre com um vídeo que mostra Britney sendo perseguida por policiais e observada por um homem. E assim, ela entra no palco cantando Hold It Against Me. Depois disso, o show segue num ritmo frenético, apresentando músicas novas e antigas, divididas em cinco blocos. Nos entreatos, vídeos mostram o stalker que vigia a musa, ameaça, propõe desafios e não a deixa em paz. O repertório novo, com How I Roll, Big Fat Ass (com participação de Will.I.Am nos telões), Trouble For Me, I Wanna Go, entre outras, reflete bem as inspirações tiradas do hip-hop e da música eletrônica e denotam o aspecto mais subversivo do disco Femme Fatale, algo que é notável principalmente pelas performances ousadas da cantora no palco. O ritmo é mais nostálgico, mas não menos animado, nas canções antigas, especialmente nos hits mais adorados pelos fãs, como I’m A Slave For You, Toxic e a primeiríssima Baby One More Time em versão rock.

Não dá para negar que é um show de primeira, bem produzido e bem coreografado. Tudo é caprichado e a cantora (e dançarina) não para um minuto — exceto, talvez, nos intervalos entre os blocos. Destaque para a representação da saia voando ao vento no estilo Marilyn Monroe, que é muito bonita, e para a entrada egípcia, que é a melhor do espetáculo. Britney Spears, que está devidamente em forma, esbanja simpatia, sensualidade e os trajes mais curtos e provocantes possíveis. É para deixar qualquer fã extasiado. E eram cerca de 20.000 fãs no local. Uma pitada de escândalo faz parte dos propósitos artísticos da cantora… sempre fez. E o show da Femme Fatale Tour, com certeza, atende bem a estes propósitos.

Setlist

Vídeo de Abertura: The Chase Intro Movie – Break The Ice/Oops

Primeiro Bloco

1. Hold It Against Me

2. Up N’ Down

3. Three

4. Piece Of Me

Vídeo: Piece Of Me Movie Continuation

Segundo Bloco – Sweet Seduction

5. Big Fat Bass (participação de Will.I.Am no telão)

6. How I Roll

7. Lace and Leather

8. If U Seek Amy

Terceiro Bloco – The Temptress

Vídeo: Hour Glass – Song TBC

9. Gimme More

10. (Drop Dead) Beautiful

11. Don’t Let Me Be the Last to Know

12. Boys

Quarto Bloco – Code Name: Trouble

Vídeo: Rock n’ Roll – Crazy

13. Baby One More Time (versão rock) / S&M

14. Trouble For Me

15. I’m A Slave 4 U

16. I Wanna Go

17. Womanizer

Quinto Bloco – Sexy Assassin

Vídeo: Scary

18. Toxic

19. Till The World Ends (Remix)

Compartilhe este Post

Posts Relacionados



Resenhas Populares

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Raw

Raw

Capitão Fantástico

Capitão Fantástico

O Homem nas Trevas

O Homem nas Trevas

Nível Épico em Imagens

Google Plus

Facebook

SoundCloud