Você Viu?

Operação: Fim de Jogo

Operação: Fim de Jogo

Operação: Fim de Jogo (Operation: Endgame, 2009) é um filme simples e de pouca expressividade que lançou timidamente nos Estados Unidos e, aqui no Brasil, não tem qualquer previsão de estreia. Na verdade, acho muito improvável que a fita lance no Brasil, mesmo em DVD.

Mas, enfim, vamos ao filme…

Primeiro, apesar da minha declaração inicial, Operação: Fim de Jogo não é ruim. Como eu disse, é uma produção simplória. Não é nada espetacular, mas divertido de assistir. É uma típica comédia que eu veria numa Sessão da Tarde ou num Cinema em Casa de outrora.

A trama é centralizada em duas equipes rivais de assassinos do governo norte-americano que trabalham numa instalação subterrânea ultrassecreta e usam nomes em códigos do Tarô. Quando um novo contratado, “O Tolo” (Joe Anderson), se une ao grupo, descobre no seu primeiro dia de trabalho que o chefe foi assassinado e que a instituição foi isolada com o sistema de autodestruição ativado. Ele tem então de sobreviver aos ataques de seus ambiciosos colegas, descobrir quem é o assassino e encontrar uma saída antes que o lugar voe pelos ares.

Operação: Fim de Jogo

A história é rasa e sem grandes pretensões, exceto talvez por trabalhar a ideia de como uma transição de governo pode afetar a vida e os interesses de várias pessoas, principalmente quando a mudança é tão drástica como foi com a saída de George W. Bush e a entrada de Barack Obama. Fora isso, o foco do diretor Fouad Mikati, em sua estréia, é a ação e a humor negro. Algumas piadas são boas e os assassinatos garantem o divertimento. Os assassinos são todos completamente insanos, com problemas psicológicos extremados: “O Carro” é alcoólatra, “A Torre” é um patriota radical, “A Hierofante” é uma fanática religiosa etc. E no final, dadas as relações e as intrigas estabelecidas entre os personagens, acontece uma virada interessante no roteiro.

No mais, o filme conta ainda com as participações de: Zach Galifianakis (o gordo engraçadíssimo de Se Beber, Não Case e Um Parto de Viagem), a bela Emilie de Ravin (a Claire de Lost), a gostosa Odette Yustman (de Cloverfield) e Maggie Q (de Missão: Impossível III e do recente remake da série Nikita).

Não é sensacional, mas vale um momento de distração. :-)

Nível Básico

Compartilhe este Post

Posts Relacionados



Inscreva-se no Canal

Resenhas Populares

Rogue One: Uma História de Star Wars

Rogue One: Uma História de Star Wars

It: A Coisa

It: A Coisa

Planeta dos Macacos: A Guerra

Planeta dos Macacos: A Guerra

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Animais Fantásticos e Onde Habitam

Raw

Raw

Siga no Bloglovin’

Follow

Vem Com a Gente

Curta e Compartilhe

Aperte o Play

Nível Épico em Imagens